BRASILEIROS

Antes
esquerda
direita
do centro.

Agora
abaixo
acima
da decência.

2016